08 março 2012

O bate-Boca

Na Libertadores, jogos com resultados esperados, como o Curíntia sovando o Nacional-PAR, o Vaishco ganhando, ainda que sofrido, do Alianza-PER, e o Framengo batendo, tropegamente, o Emelec-EQU. Esperados devido à superioridade dos times brazucas, que jogavam em casa, com o apoio da torcida e tals.
No jogo caseiro, o Peixe atropelou o Inter na Vila, enfiando 3x1 na representação colorada, com gols de Neymar, que infernizou a defesa gaúcha com disparadas irresistíveis. Só com revólver para parar o neguinho.
E, no jogo da noite, o embate entre o respeitado Boca Juniors, da Argentina, em sua temida "Bombonera", alçapão que costuma sufocar os adversários com o alarido da torcida fungando no cangote de todo mundo. Só que do outro lado estava o estrelado Tricolor das Laranjeiras, o time da camisa mais bonita do Brasil, quiçá do mundo, decidido a fazer valer seu jogo, com o maestro Deco ditando o ritmo da partida, Fred deixando sua marca e o garoto Wellington Nem arrombando o lado destro da defesa xeneize. Não deu outra: Flu 2x1, jogando melhor, marcando bem e dando exemplo a certos times que pipocam quando têm de enfrentar equipes consideradas fortes. Sem medo, o Flu encarou o Boca e fez um bom jogo, tocando o melão sem se intimidar com a tradicional catimba argentina. Temos de convir, também, que o Boca já teve dias melhores. Hoje, vive de lampejos do Riquelem, que joga 15min de cada tempo. De resto, um time até aguerrido, mas sem o mesmo toque de bola de outrora. Assim, com personalidade, o Flu encaçapou o Boca e já tem o time argentino como freguês em Libertadores. Já se referem ao Tricolor como o "bate-Boca", mas isso nem nos sobe à cabeça.
Com os resultados, vemos, de novo, que os time tupiniquins têm a preferência de classificação nas respectivas chaves, exceção feita ao Internacional de Porto Alegre, que vai ter de suar para recuperar o atraso. Para alegria dos gremistas...
Fluminense se isolou na liderança do seu grupo na Copa Libertadores. Foto: Ricardo Ayres/ Photocamera/Divulgação
Alegria Tricolor nos pampas

2 comentários:

RITA PACHECO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Acir disse...

Como apreciador do bom futebol tenho que reconhecer a beleza da vitória do Flu sobre o Boca. Ganhar dos gringos dentro na casa deles nunca é fácil, e o pelo prazer que causa dar uma surra nos hermanos, elogiaria até p Curíntia! hahahaaha