22 fevereiro 2011

Golpe de mestre

Ricardo Tteixeira não está onde está à toa. Raposa velha, conhece os meandros do mundo do futebol, sobretudo o mundo político da bola. Sabe mexer nas vaidades e manusear as peças como poucos. Aprendeu bem com o sogro.
Assim fez com o cenário adverso. Manipulou as marionetes e criou um racha entre seus principais opositores, colocando um prato novo na mesa: a Taça das Bolinhas. Ao 'reconhecer' o título do Framengo de 87, dividindo-o com o Sport, Ricardo Teixeira jogou uma isca prontamente aceita pelos rubro-negros, que é a reivindicação do direito de posse do dito troféu, destinado ao primeiro ganhador de 5 títulos brasileiros e atualmente nas mãos do São Paulo. Aproveitando os ânimos exaltados pelo bate-boca travado desde o sexto título dos paulistas, Teixeira lançou oportunamente o anúncio do reconhecimento do título flamenguista, lançando mais lenha na fogueira das vaidades. Lembrando que isso é só o começo, pois o Sport já obteve na justiça o direito ao reconhecimento e vai brigar para ser o único campeão de 87. Pronto! Está feito o factóide para que Framengo e São Paulo rachem a oposição à CBF.
Foi ou não foi um golpe de mestre?

Um comentário:

Miss. Junior e Miss.Thatty disse...

$$PATROCINAMOS SITES E BLOGS$$ Ganhe dinheiro com seu site ou blog, pagamos R$15 por cada indicado gratuito gerado por seu site ou blog. Cadastro fácil, rápido e gratuito http://www.anunciosgratuitos.webnode.com.br/patrocinio/cadastro