05 outubro 2007

Rodada brasileirão 03 e 04out

Quem diria que o Framengo, com um timeco, conseguisse brecar os Bambis? Fizeram do Maraca sua fortaleza e se encastelaram, mandando no jogo. Empurrado pelo público recorde do torneio (59.098 favelados que pularam a cerca e disseram que pagaram), o rubro-negro da Gávea impôs seu predomínio aos líderes disparados do Brasileirão, dando um pouco mais de graça ao certame. Pena que o Cruzeiro resolveu não colaborar. A retaguarda mais badalada do ano não foi suficiente para garantir segurança aos Bambis, que também quase nem atacaram. Bateram cabeça no lance e possibilitaram um gol por puro acaso, mas que serviu para desbancar uma hegemonia que já estava mesmo durando demais. ë duro, mas temos de reconhecer: parabéns ao Framengo e à sua torcida!
E quem diria que o Mecão iria ganhar uma? Já eram 20 jogos sem ver a cor da vitória. Justo contra o Paranyto, que agora se vê em sérios apuros, o time nordestino manteve os 100% contra times paranaenses! O jogo foi um pingue-pongue, marcado pelas alternâncias de placar. Na verdade, foi um pingue-pongue também no quesito técnico: sonolento! As maiores emoções ficaram por conta das zagas, que facilitaram a tarefa dos adversários. Flávio, por exemplo, foi uma mãe, entregando pelo menos dois dos 3 gols potiguares. Isso pra não falar do gol que o Mecão marcou mas não levou. Vai mal o Paranyto...
O Flu nem joga mais no Brasileiro. Agora é só treino para a Libertadores. Time que empata com um desesperado e frágil Curíntia e ainda contando com um a mais não pode ter muitas pretensões mesmo. Nem de longe o jogo lembrou os grandes embates de outrora. Quem fez o nome foi Felipe, arqueiro corinthiano, que brilhou em alguns lances.

2 comentários:

dimitry disse...

Dizem as más línguas, se o Mengão bater o Flu este findi, tá na libertadores...

O mundo dá voltas!

Rômulo disse...

Aí teremos um Fla-Flu na Libertadores, valorizando a competição. Tudo dominado!