05 setembro 2007

Segundona

Tá pegando fogo a segundona! Embolou tudo nas cabeças! A vantagem do Cri-cri sumiu e o Coxa insiste em não ser o líder!
  • O Coxa jogou com um a mais durante a segunda metade do segundo tempo, mas nem assim conseguiu sair com a vitória, desperdiçando mais uma chance de assumir a ponta na classificação. Isso vai fazer falta mais tarde... Forte marcação na meiúca foi a tônica do jogo. Após a expulsão infantil do zagueiro Neto, o Azulão ficou na retranca, apelando para os contra-golpes. Renê colocou 3 atacantes em campo, mas foi em vão. O Coxa não soube aproveitar a oportunidade. Deu a impressão de se contentar com o empate. Vai entender...
  • Para dar uma mãozinha ao time paranaense, o Marília recebeu o líder Criciúma e venceu pelo placar mínimo, diminuindo sua desvantagem em relação ao topo da tabela, assumindo a terceira colocação. Fabiano Gadelha foi o destaque do MAC na partida!
  • O Ipatina assumiu a quarta colocação ao bater o Vitória em partida aberta, com muitas oportunidades de gol para ambos. O time mineiro apostava na velocidade de seu ataque, enquanto o Vitória tinha mais posse de bola. O Ipatinga pressionou mais, sobretudo depois do gol, mas as duas equipes buscaram o gol incessantemente. O Vitória pagou o preço de desperdiçar várias oportunidades.
  • Enquanto isso, no Flu (nada a ver com a segundona, antes das inevitáveis piadinhas sem-graça), o apoiador Thiago Neves, nova sensação tricolor, negocia a renovação de seu contrato. E a torcida grita "Fica Thiago Neves"!
  • E Dodô volta a ficar em ostracismo, como é comum em sua carreira. Altos e baixos (muitos baixos) marcam a trajetória desse bom jogador que tem suas crises de ausência. Claro que o caso do doping piorou o cenário, já que a FIFA resolveu entrar na pendenga. Acho correta essa, digamos, intromissão. Não pode o cara ter o agente dopante detectado e ficar por isso mesmo, né? A queda de rendimento do artilheiro é evidente e o receio de tomar um gancho forte pressiona o atleta.

2 comentários:

Bruno disse...

No caso Dodô o Tribunal foi extremamente leniente. Há um delito e niguém tem culpa ou punição? A FIFA tem mesmo que intervir.

dimitry disse...

Pau no cu do conselheiro!