09 setembro 2011

Seqüelas

A rodada de meio de semana do Brasileirão 2011 deixará seqüelas.
O Tricolor das Laranjeiras ameaça embalar após a terceira vitória consecutiva, fato inédito nesse certame e que, se for bem aproveitado pelo elenco, poderá gerar o clima necessário para o time parar de oscilar. A partida contra o Cruzeiro é útil neste sentido, ja que se trata de um adversário de valor, ainda mais jogando em casa. Claro que o Cruzeiro foi um oponente de relativa fragilidade, já que está desfigurado e sem força ofensiva, pois só conta com Montillo para criar alguma coisa. Antes tido como candidato ao título, hoje a Raposa já fala em escapar do rebaixamento. E o Flu, até então claudicante e incerto, tenta se acertar no trilho para alcançar o G4. Essa reviravolta pode ser creditada a dois fatores principais: a Fred, que voltou a jogar e a comandar o time, e a Lanzini, jovem estrela que começa a brilhar com a camisa mais bonita do Brasil, quiçá do mundo.
O Coxa, que tentava embalar, ficou na vontade ao perder mais uma. Dessa vez para o ascendente Vaishco, comandado por Juninho Pernambucano - embora eu ache que ter um 'Rômulo' no elenco seja mais decisivo. O time paranaense ainda não conseguiu o equilíbrio necessário para encostar no grupo da frente e dá mostras de que perdeu a ambição. Deve se manter ali pelo meio da tabela, sem almejar algo mais que uma Sulamericana.
O Trétis dessa vez não perdeu, mas também não ganhou. Para quem precisa de pontos e ainda jogava em casa, não deixa de ser um mau resultado. Para piorar, um dirigente mais exaltado bancou o burro e invadiu o gramado, o que deve resultar na perda de mando de jogos para o Furaquinho. Beleza de atitude, hein, Ibiapina??
O São Paulo, em dia de festa, bateu o depenado Galo e segue na cola do Timão pela liderança do certame. Com dagoberto em boa fase e Lucas incomodando, é capaz dos Bambis seguirem firmes como candidatos ao caneco. O ponto fraco é o Adílson Batista...
O Botafogo também segue em sua firme toada rumo ao topo. Ajeitado com a entrada de Renato na meiúca, o time da Estrela Solitária já ultrapassou os mulambos da Gávea e mira Vaishco e São Paulo. Jogando certinho, o alvi-negro carioca quer passar longe do deslumbramento. Vão ter de dizer isso para o Elkesson, que já acha que tem de vestir a amarelinha!
No 'jogo da rodada', assim vendido pela Rede Globo, o Framengo não foi páreo para o Curíntia, que jogou muito mais que o rival. Apesar de sai à frente no placar em gol 'achado', o rubro-negro da favela não conseguiu segurar o ímpeto do alvi-negro da favela, que martelou o jogo todo, excessão aos minutos que se seguiram ao gol carioca. O time de Luxeba ficou desfigurado pelas ausências e pelas péssimas atuações de sua meiúca. Tiago Neves, por exemplo, não acertou UMA no jogo todo. E o imbecil do PC Vasconcelos, comentarista de plantão da emissora carioca, ainda queria defendê-lo. Vai entender... O fato é que o Framengo dá pintas de que perdeu o fôlego e cai pelas tabelas. Deve ficar contente com uma vaga no G4 - se conseguir. O destaque negativo do jogo fica por conta do mulambo Gustavo, que resolveu agredir Liedson à margem das vistas da arbitragem. Só que o imbecil não se lembrou que as câmeras podem denunciá-lo e é bem isso que o STJD fará. Uma vez mulambo, sempre mulambo! Já o Curíntia se revigora e segue na ponta, agora animado pela boa partida que jogou. Com isso, periga o Timão embalar bem na hora H, onde um 'sprint' pode ser decisivo. Com mais uma partida de 6 pontos pela frente (agora contra o Flu), o Curíntia poderá pavimentar seu caminho de líder. Veremos...

Nenhum comentário: