10 outubro 2010

Achatando

O certame desse ano está se caracterizando pelo equilíbrio. Depois de suscitarem um certo descolamento, Flu e Curíntia voltaram a vacilar e permitem a aproximação dos adversários, aumentando a concorrência pelo caneco. Agora, até o Grêmio, outrora condenado ao limbo, começa a sonhar com o topo da tabela.
O Flu poderia ter aberto vantagem se ganhasse do Peixe, jogando no esculhambado Engenhão. Mas, num jogo pau-a-pau, com ligeira superioridade Tricolor, luziu a estrela de Zé Eduardo e o time da Baixada achou dois gols que sacramentaram o placar. O Tricolor até foi bem enquanto a diferença era mínima. Depois, bateu o bundalelê e perdeu o rumo. Susto mesmo deu Fred, ao sentir a panturrilha em sua volta aos gramados. Mas, aparentemente, não foi nada de grave e o Pagador de Promessas voltará a brilhar com a camisa mais bonita do Brasil, quiçá do mundo! E esse Rodriguinho tem de aprender a chutar, pelamordededeus!!! Embora o Santos tenha subido de rendimento, não o vejo como candidato ao caneco. Não tem time para competir. A derrota do Flu para o Cruzeiro só não é um prejuízo maior porque a diferença ainda é menor que um jogo. Mas o resultado foi injusto em duas partidas seguidas. A fase de dar tudo errado faz valer sua força...
O Curíntia, então, tinha tudo para assumir a ponta, mas não contava com um Galo bom de briga. E muito menos um Atlético Goianiense tão aguerrido, a ponto de virar o jogo em pleno território corintiano! Para completar a derrocada corintiana, Adílson Batista pediu para sair e deixou o clube em meio a uma aura de crise. Assim, o Timão já começa a dar adeus à disputa, pois nuvens negras tomam conta do Parque São Jorge.
Já o Cruzeiro, esse vem embalado na corrida! Assumiu a dianteira e dá pintas de que segura o galope nas últimas 9 rodadas. Para colaborar, vai enfrentar um Curíntia muito fragilizado em relação ao time que liderava o pelotão - sem elenco e sem técnico.
O Inter, que vem logo atrás, levou um time desfalcado e tropeçou no Ceará, perdendo a chance de fungar no cangote do pelotão da frente. A falta de entrosamento comprometeu o Colorado, que pouco acionou o goleiro cearense Michel Alves. Mas o time se recuperou perante o o Galo e ainda pode ameaçar chegar.

2 comentários:

claudia disse...

mas como assim? pode jogar sem técnico? exijo uma mudança agora!
ass: maria chuteira

Anônimo disse...

Ei! Não tem time do Paraná nesse campeonato? Comenta aí!!!