08 junho 2009

Titanic

A quinta rodada do brasileirão foi dos ataques. Média de 3,1 gols por jogo, a maior de uma rodada só até agora. Foram muitos jogos com muitos gols, desde as vitórias de Galo e de Sport, até os empates entre Peixe x Sto André e Goiás x Barueri. A goleada do clube mineiro, aliás, é a maior dos primeiros 50 jogos.
A barca dos times paranaenses parece estar afundando. Apesar de ainda estarmos no começo do certame e de não serem os únicos a ainda não terem ganho uma partida, os times da capital do Paraná já despontam como potenciais frequentadores assíduos da parte baixa da tabela de classificação, tamanha a penúria dos elencos. Os vexames se sucedem, em casa ou como visitantes. E a perspectiva não é lá muito boa. Ainda não surgiram revelações que possam ajudar os times. Pior, a dança de técnicos já começou: Geninho, que também não é lá uma Brastemp, já pediu o boné. Aí o Furaquinho, que acabara de contratar Paulo Baier - um bom nome para o Trétis, aliás, cogita contratar Nelsinho Batista, que motivou a saída de Paulo Baier do Sport. Baita tiro no pé. O Coxa, por sua vez, insiste com o psicólogo Renê Simões que, se não é ruim, tampouco sabe mexer no time. Sei não, mas é capaz de termos 3 times na segundona do ano que vem.
O Flu, time da camisa mais bonita do Brasil, quiçá do mundo, abotoou o Buátafogo, em um sonoro 1x0, com gol de Fred em passe de Leandro Amaral. Esse deve voltar bem ao time. Tem potencial para compor a equipe no lugar do estabanado Maikon. Foi o primeiro clássico carioca do Brasileirão 2009 no Maraca, onde se percebe a superioridade inconteste do Tricolor das Laranjeiras!
No São Paulo, o clima não é dos melhores. O trio de atacantes não está em sintonia e Muricy terá trabalho para confortar seus pupilos. Borges e Washington já reclamam de serem substituídos e Dagobelho é o pirralho que chateia seus colegas. Há algo de podre no reino Bambi!
Para não ficar para trás, Luxeba resolveu pegar no pé de Pipokeirrison, jogando para a torcida - a mesma que ele havia menosprezado dias atrás. Aproveitando a vitória de virada, na superação, colhe os louros para se jactar e posar de guru.
No Cruzeiro, quem está de chororô é Kléber, depois de ser expulso no jogo contra o Internacional. outrora conhecido como rebelde, esse foi o primeiro vermelho do atleta na competição. Por mais equivocada que tenha sido a decisão do árbitro, não é motivo para o vedete já ameaçar ir embora do Brasil, dizendo que 'aqui eu não consigo jogar'. Mais um pouco e ele vai morar com o Richarlysson!
O destaque da rodada ficou por conta do Viradão! Não, não se trata do clone carioca para o evento cultural criado em Sampa, mas para a fenomenal virada do Sport em cima do Framengo! O time carioca já chegou todo cheio de gracinha, achando que era bom, que a má fase dos pernambucanos iria facilitar a vida do time da Gávea... Mas, a realidade não demorou a aparecer e o frágil elenco do rubro-negro da Gávea cedeu à menor pressão nordestina. Abriu o bico e em 10min tinha levado 4 na sacola. Com participação mais que especial do badalado goleiro Bruno, um frangueiro incensado pela imprensa carioca. Apesar de não conseguirem pronunciar, os torcedores do Framengo não esquecerão tão cedo o nome de Weldon. Welldone!!
Time PG J V E D GP GC SG %
Internacional 13 5 4 1 0 7 2 5 87%
Atlético-MG 11 5 3 2 0 11 5 6 73%
Vitória 9 5 3 0 2 5 4 1 60%
Santos 9 5 2 3 0 14 9 5 60%
Náutico 8 5 2 2 1 9 9 0 53%
Palmeiras 8 5 2 2 1 6 6 0 53%
Fluminense 8 5 2 2 1 4 5 -1 53%
Grêmio 7 5 2 1 2 7 4 3 47%
Corinthians 7 5 2 1 2 5 5 0 47%
10º Cruzeiro 7 5 2 1 2 5 6 -1 47%
11º Flamengo 7 5 2 1 2 6 8 -2 47%
12º São Paulo 6 5 1 3 1 5 3 2 40%
13º Goiás 6 5 1 3 1 11 10 1 40%
14º Santo André 6 5 1 3 1 9 8 1 40%
15º Sport 5 5 1 2 2 9 9 0 33%
16º Barueri 4 5 0 4 1 6 7 -1 27%
17º Avaí 4 5 0 4 1 5 6 -1 27%
18º Botafogo 3 5 0 3 2 3 6 -3 20%
19º Coritiba 1 5 0 1 4 6 13 -7 7%
20º Atlético-PR 1 5 0 1 4 5 13 -8 7%

Um comentário:

Dimitry disse...

Pau no cu do merdético!