02 outubro 2007

Seleções

Amarelinha
As meninas foram à final mas não levaram. Foram batidas pela equipe alemã, pragmática como de costume. As chucrutes aproveitaram as poucas chances e marcaram, deixando o nosso time ao nervosismo. Até Marta errou um penal quando estava 1x0. Não era dia brazuca mesmo. Mas o mais bacana foi a carta de Marta. Um desabafo e agradecimento tocantes, que revelam bastante o espírito de luta dessa cabocla do sertão brasileiro. Parabéns a ela. E ao grupo, claro. Um vice com gosto de vitória.

Brasileirão
Já dá para termos um selecionado do campeonato brasileiro? E quem seriam? Valem aqueles que não estão mais, mas jogaram muito no primeiro turno? Bem, a Placar faz essa escolha com base na pontuação ao longo do certame e elege:
1 - Rogério Ceni (São Paulo): sem dúvida, o melhor jogador em atividade no país;
2 - Coelho (Atlético MG): mantém uma boa média no campeonato, além de contar com a escassez de outros nomes;
3 - Breno (São Paulo): revelação, tem mesmo jogado bem;
4 - Thiago Silva (Flu): outra jovem revelação, joga muito;
5 - Rychyarlyssyony (São Paulo): jogador versátil, atua em mais de uma posição (hmmm...) e tem se destacado no time Bambi. Jogador útil;
6 - Kléber (Santos): até chegou à Seleção, mas também não tem muitos concorrentes;
7 - Leandro Amaral (Vasco da Gama): até se destacou em algumas partidas, mas acho que há nomes melhores, como Edmundo;
8 - Valdívia (Palmeiras): o gringo é o nome do Verdão; sem ele, o time perde o brilho;
9 - Kléber Pereira (Santos): o atacante entrou tarde na competição e contou com a ausência de nomes no Peixe para jogar. Não é má escolha, mas disputa com Borges uma vaga;
10 - Thiago Neves (Flu): apoiador que brilhou após a saída do "marrento" Carlos Alberto, arma a maioria das jogadas do time. Pena que tenha histórico de encrenqueiro;
11 - Roni (Cruzeiro): o velho Roni tem marcado alguns gols, mas acho pouco. Dagoberto seria melhor opção.

Que acham?

Um comentário:

Roque disse...

Roni é brincadeira!! Só falta colocarem o Perdigão na lista também.