23 março 2009

Clássicos

Em Sampa, o Curíntia levou a melhor sobre um apático Peixe, cujo treinador já dá mostras de ser mesmo bem teimoso. Insiste com Roni e Lúcio Flávio, deixando Madson na cerca, justamente o que deveria começar em campo. E tem um lateral da canhota, um tal de Luizinho, que é muito ruim. Um cone ou até mesmo o PV fariam papel melhor. O cara não acertou um lance sequer. Mancini dá a impressão de querer inventar moda, de querer mostrar 'personalidade' e mete os pés pelas mãos. No Timão, por outro lado, um pouco mais de vontade e organização fizeram a diferença. O time se postou melhor em campo e comandou a partida, mesmo jogando mal. Ou seja, o jogo foi mesmo ruim de ver. Um destrato com a bola que deixou saudades de ver o Fluzão jogando...
Enquanto isso, no Rio, o Clássico dos Milhões (referência ao que Vaishco e Framengo devem na praça) teve 5 expulsos (entre eles, claro, estava o espevitado Carlos Alberto) e dois gols do time da camisa mais feia do Brasil. Pior para o lumpesinato, que amarga uma situação desfavorável na Taça Rio e na contabilidade, já que os rumores de debandada de jogadores é maior a cada dia. E Cuca, ídolo dos coxas-brancas, segue sem vencer um clássico carioca (3 empates e 2 derrotas).

Um comentário:

saulo disse...

Vc esqueceu de comentar sobre o clássico "Flu X Bangu".