10 junho 2007

Rodada Brasileirão 09 e 10jun

O Paranito amarelou. Não dá para um time abrir uma puta vantagem sobre o adversário duas vezes e, ainda assim, ceder o empate. Vexatório para o time de três cores do Capanema, glorioso para o Náutico, que acumula 3 pontinhos. Sei não, mas o Paranito parece que tem uns apagões durante os jogos, não?
O Vaishco meteu 4 nos reservas do Grêmio. Até aí, tudo bem... O saco é ver a corja comemorar liderança artificial e pensar que já são gente grande. A passagem vergonhosa fica, mais uma vez, a cargo do Euvírus Miranda. Com a falta de luz, de mais de uma hora, os arqueiros de ambas as equipes concordavam que o reinício seria temerário, uma vez que a iluminação estaria fraca. Aí o dirigente (dirigente??) entrou em campo, deu uma bronca no goleiro Sílvio Luiz, que então mudou de atitude. Mais uma vez, o Vaishco se rebaixa!
Com o astro chileno bem marcado, o Parmêra demonstrou sua dependência de uma armação de ataque e ficou no empate com o Botafogo. Sem Edmundo, a responsa ficou toda a cargo de um jogador só, facilitando a marcação do alvi-negro. Quem se impacienta é a torcida alvi-verde, que cobra resultados e começa a vaiar o time.
O Figueira, ainda em clima de ressaca, fez um jogo-treino e enfiou 4 no Mengo. Deu sorte o Figueira, pois pôde enfrentar, logo após uma derrota justa, um time mais fraco, permitindo sua recuperação psicológica. Os framenguistas vão reclamar da falta que não foi e deu origem ao segundo gol do time da casa. Ou do penal assinalado. Mas o fato é que o Framengo levou um baile.
O Peixe se afogou nas chuvas gaúchas e sofreu mais uma derrota no certame. Agora sem Zé Roberto e com as saídas iminentes de Kléber e Maldonado, Luxa já fala em recomeçar seu trabalho no Santos. Não por este jogo, pois jogo mesmo foi o que não teve. Com um gramado encharcado, só teve espirro de água uns nos outros. Aliás, não sei como deixaram esse jogo acontecer.
O Cruzeiro fez jus à pior defesa do torneio e levou uma sova do Juventude, em pleno Mineirão. Perder já é ruim, mas perder em casa, é lamentável. Que o diga a torcida do Trétis, o time mais anfitrião do Paraná. Não deixa ninguém perder pontos na Baixada! É chegar e levar... Desta feita, o presenteado foi o Goiás, que deixou Vadão periclitando no cargo - a torcida gritando por Geninho foi uma clara mensagem de reprovação!
Pelo menos o Coxa salvou a honra paranaense, jogando na capital paraense. Em jogo de portões fechados, levou 3 pontinhos que deram asas à nova filosofia, implantada pelo "filósofo" Renê Simões.
Quem também anda em litígio com a torcida é o São Paulo. Os Bambis já começam a demonstrar que algo não vai bem no reino do Morumbi. A torcida pede a saída de Muricy, outrora inquestionável no cargo. Ganha força a parcela da Diretoria que o quer fora do cargo. Bom para os adversários, que poderá contar com um bom técnico disponível. Quem se destaca cada vez mais é Dagoberto. Esse cara é minha aposta para craque do Brasileirão!
O Curíntia, que pode muito bem se dar bem com essa disponibilidade, aproveitou a fragilidade do adversário para dividir o topo da tabela. O América potiguar já é, na minha opinião, sério candidato ao rebaixamento. O Timão mostrou também suas fragilidades, levando um susto com a abertura do placar. Todas as jogadas de armação ficam a cargo do jovem Willian, 18 anos. E o ataque custa a marcar um gol, desperdiçando várias oportunidades. Bem, pelo menos estão criando, o que já é bom sinal. Pode até ser que esse time se acerte e jogue redondo...
E em clima de festa, com volta olímpica e ovação da torcida, o Flu honrou seu título e sapecou 3 cocos no Sport, num jogo em que só se esforçou no segundo tempo. O suficiente para mostrar seu vistoso futebol e superar o adversário.
Clima de festa também teve lá na Rua Purpurina, em Sampa, cujo emérito morador aproveitou a Parada Gay para curtir o feriado na capital paulista, bem à vontade, entre seus pares. Parabéns, Dimi, mas vê se não vem prá cá com manias estranhas...

http://www.estadao.com.br/ext/esportes/futebol/brasil/c-bra07.htm
http://www.estadao.com.br/ext/esportes/futebol/brasil/j-bra07.htm
http://www.estadao.com.br/ext/esportes/futebol/brasil/r-bra07.htm

5 comentários:

Bruno disse...

Esqueceu de comentar os 2 gols de Romário fazendo os 1002, algo tão desperezível que até o Flu quis tirar uma casquinha entregando camisa comemorativa com os 41 gols que fez na passagem mais negativa dele por um time de futebol. Coisa de time que não tem ídolos e fica querendo pegar carona nos ídolos alheios. O projeto de ídolo que é o Carlos Alberto estava assistindo ao jogo com um lenço na cabeça. Parecia uma lavadeira na beira do rio. Coisa ridícula.

Dimitry disse...

Final de semana perfeito, o GLORIOSO COXA BRANCA ganhando, fora de casa, e o atlético perdendo, dentro do chiqueiro.
O que estragou o findi de Sampa foram os amiguinhos do Rômulo desfilando na Paulista!

Rômulo disse...

Pare, Bruno. O dia que o Vaishco tiver a decência de expulsar o Euvírus de lá, a gente pode conversar de igual para igual.

Dimitry disse...

E completando o raciocínio, este blog está uma MERDA!
Acontecem novidades a toda hora no mundo do futebol, e aqui só aparecem comentários novos de 15 em 15 dias!
Libera a senha para a gente Romulicha que a gente enche esse blog de novidade...

Saulo disse...

Romulicha, volta pro e-mail!!!
Vascão líder!!!